Neste artigo você vai saber quais as características dos veículos que podem apresentar um risco maior aos seguradores, e, portanto, terem um seguro mais caro.

 

Peça uma simulação para um de nossos especialista em seguro auto aqui!

 

Entre os veículos que possuem o seguro mais caro, estão os utilitários. Isso, devido estes ficarem mais tempo expostos ao risco. Entenda-se por utilitários os veículos que serve como meio de transporte de cargas ou pessoas, com finalidade comercial ou não. Os tipos mais comuns de utilitários são as caminhonetes, as pick ps, entre outros.

Já os veículos a diesel, por terem uma maior procura no mercado negro, devido o seu motor pode ser utilizado para diversas finalidades, tem maior incidência de roubo. Resultando, assim, em uma taxação de risco maior por parte das seguradoras, elevando o valor do seguro.

Veículos comuns

Dicas Seguro Auto Observe quais carros apresentam maior risco

Peça uma simulação para um de nossos especialista em seguro auto aqui!

 

Com relação aos veículos mais comuns, os que circulam em maior número. Estes veículos podem ter alto número de roubos, simplesmente por estarem circulando com maior frequência. Assim, para que você possa fazer uma melhor análise com relação a estes veículos, você não deve olhar apenas o número absoluto de roubos, e sim a relação percentual que este número mantem com a frota.

Alguns analistas dizem que entre os veículos mais roubados estão o Volkswagen Gol e o Fiat Uno, contudo, em relação à frota, estes não aparecem no topo. Agora um veículo que possui um percentual altíssimo em relação a frota, é o Fiat Punto. Por qual motivo? Veja, o Fiat Punto é um veículo muito buscado no mercado negro devido as suas peças não serem facilmente encontradas nas concessionárias, além de terem um custo alto.

 

Veículos que saíram de linha

veículos que sairam de linha dicas de seguro auto

Peça uma simulação para um de nossos especialista em seguro auto aqui!

 

Também temos um outro grupo de veículos que possuem o seguro um pouco mais salgado. São os veículos que já saíram de linha. Isso ocorre devido as suas peças originais não estarem mais sendo fabricadas, o que as deixam mais caras e eleva o índice por itens roubado no mercado ilegal. A exemplo disso podemos citar o veículo Zafira da Chevrolet.

Outro motivo que eleva o valor do seguro dos carros mais antigos, é o fato dos reparos custarem um valor maior devido as peças não estarem sendo mais fabricadas. Assim, a seguradora terá um custo maior na hora de reparar o veículo caso ele se envolva em algum sinistro com perda parcial. Saiba que por norma da Superintendência de Seguros Privados (Susep), as seguradoras são obrigadas a usar peças novas no conserto e repor o valor do veículo integralmente sempre que o custo de reparo superar 75% do valor do carro.

Sendo assim, uma grande parte dos acidentes que envolvem veículos antigos, os seguradores não podem reparar o veículo, sendo obrigados a fazerem a indenização integral.